Manta de retalhos - Retalhos de vida para um viver mais saudável


Go to content


Penso que só há um caminho para a ciência ou para a filosofia: encontrar um problema, ver a sua beleza e apaixonar-se por ele; casar e viver feliz com ele até que a morte vos separe – a não ser que encontrem um outro problema ainda mais fascinante, ou, evidentemente, a não ser que obtenham uma solução.

Mas, mesmo que obtenham uma solução, poderão então descobrir, para vosso deleite, a existência de toda uma família de problemas-filhos, encantadores ainda que talvez difíceis, para cujo bem-estar trabalhareis até ao fim dos vossos dias.“

Karl Popper


Projeto "Manta de Retalhos", como surgiu?

Desde o ano letivo de 1990-1991, que trabalho a Educação Ambiental, com os vários grupos de crianças; muitos e variados foram os projetos vividos, mas sempre com a mesma meta em vista - proteger o ambiente, a natureza, através da mudança de mentalidades, promovendo novas atitudes ecológicas, contando sempre com a força interventora das crianças no seio familiar e restante comunidade educativa.

Cada um de nós é uma pequena ajuda para salvar a Terra; somos um pequeno retalho e todos juntos formamos uma manta de retalhos; e porque não fazermos um saco de retalhos para ir às compras e assim pouparmos o Ambiente de tantos sacos plásticos; deste modo, ajudaremos a salvar o Planeta Terra doente e triste e ele ficará de novo
UM PLANETA AZUL, FELIZ E CONTENTE..

O que poderiam ser esses “retalhos”? As propostas não se fizeram esperar:

- “Reciclar o lixo, para deixar o planeta terra contente” (Rafael)
- “Usar o saco retalhos para ir às compras” (Beatriz Alves)
- “Poupar o papel” (Tatiana)
- “Poupar a água” (Nuno)
- “Lavar os dentes” (Mafalda)
- “Usar sempre o cinto de segurança” (Lara)
- “Poupar energia” (Daniela Rodrigues)
- “Dormir muito para ter energia” (Igor)

São estes os nossos retalhos de vida, para um viver mais saudável e deste modo ajudaremos a salvar o Planeta Azul


Educadora Maria Marçal,
responsável pelo projeto





FOMOS DISTINGUIDOS COM UM PRÉMIO!...


Este ano, n
o âmbito da 10.ª Edição do Prémio Ciência na Escola, promovido pela Fundação Ilídio Pinho, o nosso trabalho foi reconhecido e fomos premiados com distinção, o que nos agrada muito, pois, deste modo, o nosso projeto será divulgado por todo o país.


Back to content | Back to main menu